MEC Divulga Regras para o Fies 2016

MEC divulga regras para o Fies 2016

(Foto: Divulgação) MEC Divulga Regras para o Fies 2016

Após o Governo dar conta do excesso de gasto com programas educacionais, como Financiamento Estudante (FIES), o MEC divulga regras para o Fies 2016. As regras em questão estão mais rigorosas em relação a participação dos estudante no programa, desta forma fazendo com que diminua as chances das pessoas conseguirem o financiamento do seu curso pelo programa. Então quer sabe quais são estas novas regras divulgadas pelo MEC para o FIES 2016? Leia o artigo abaixo!

Publicidade:

MEC divulga regras para o Fies 2016

As regras para participação do FIES 2016 foi publicada no Diário Oficial da União na portaria normativa de número 13, dedicada ao processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil do primeiro semestre deste ano.

Estas novas para FIES 2016 foi celebrada por várias pessoas, mas também foi negativada por outra parte.  É que com essas novas normas o processo de participação ficou dificultado por alunos que não conseguiram boa nota na prova do ENEM.

Com estas novas regras do FIES 2016, serão priorizado alguns cursos que são determinados como estratégico para o crescimento do País e também pela demanda social. Serão prioritários cursos na área de engenharias, saúde e formação de professores (no caso, pedagogia e licenciaturas).


Publicidade:

As novas regras do FIES também estabelece a prioridade em cursos com notas 4 e 5 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, conhecido como SINAES. No entanto, cursos com nota 3 também serão financiados, mas com números de vagas menores.

O grande ponto do FIES 2016 está na melhor distribuição de vagas para as regiões com menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH). Além do favorecimento de regiões na realização dos contratos para a região Norte, Centro- Oeste e Nordeste. A explicação do governo para esta prioridade está na busca de corrigir as desigualdades regionais. Ficou então determinado que para o primeiro semestre de 2016 seja destinado um total de 300 mil financiamentos.

Outra grande novidade prevista na nova regra é que professores integrantes da rede pública de ensino de educação básica não precisam comprovar a renda familiar caso pretendam participar do FIES, mas devem escolher cursos voltados para área educacional.

Quem pode participar do FIES 2016?

Para participar do FIES em 2016 é preciso que encaixe-se nessas três categorias abaixo descrita no edital do processo seletivo.

– É preciso que o candidato tenha uma renda familiar mensal bruta de, no máximo, dois salários mínimos e meio por membro familiar. Antigamente, as regras determinavam que candidatos com até 20 salários mínimos na renda bruta familiar poderia ter acesso ao financiamento.

– Ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio a partir da edição de 2010;

– Obtido média igual ou superior a 450 pontos nas provas de conhecimentos e nota diferente de zero na prova de construção de texto dissertativo-argumentativo. Antes, o Fies exigia apenas que o candidato tivesse realizado o ENEM.

Está com alguma dúvida sobre o MEC divulga regras para o Fies 2016? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucioná-las.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *